PALAVRA DO MINISTRO

MCTIC dá início à construção do Planejamento Estratégico para os próximos cinco anos

MCTIC dá início à construção do Planejamento Estratégico para os próximos cinco anos

Ministro destacou avanços com a fusão do MCTIC. Foto: Ascom/MCTIC

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) apresentou nesta terça-feira (29) a elaboração do Planejamento Estratégico para os próximos 5 anos. Depois de 45 entrevistas com servidores e gestores, o ministério finalizou a etapa de diagnóstico e parte agora para a realização das oficinas que vão determinar a missão e os principais objetivos do MCTIC. O trabalho deve ser concluído no início de dezembro.

O ministro Gilberto Kassab parabenizou os servidores e destacou o trabalho bem sucedido de integração entre as pastas de comunicações e de ciência e tecnologia. “O tempo mostrou que a fusão trouxe ganhos e conquistas para ambos os ministérios. A comunidade acadêmica percebeu a importância que têm as comunicações na sua rotina. O acesso que eles tiveram aos meios de comunicação melhorou, fortalecendo a divulgação de projetos, o embate por mais recursos e a legítima luta pela conquista de espaço”, afirmou.

“Cumprimos várias etapas de integração, e agora é hora de dar partida no processo que vai dizer qual nossa visão e missão como ministério”, disse o secretário-executivo Elton Zacarias.

Mobiliza

Batizado de Mobiliza MCTIC, o projeto também busca a ampla participação dos servidores. Para isso, na segunda-feira (28), foi publicada portaria que institui um grupo executivo, composto por um representante de cada unidade do ministério, entidades vinculadas e institutos de pesquisa. Também foi lançada uma página na internet (www.planejamentoestrategico.mctic.gov.br), onde os servidores podem acompanhar as etapas do plano e opinar a respeito por meio de enquetes.

“Os servidores vão receber no e-mail institucional um link para acessar e responder as enquetes. A opinião de todos vai ser recolhida. Os servidores também podem participar interagindo com os representantes do grupo executivo, que são porta-vozes das unidades do ministério”, frisou o diretor de Gestão Estratégica da Secretaria-Executiva, Johnny Santos.

A elaboração do planejamento estratégico conta com suporte da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e se apoia no foco em resultados e ampla participação, observando os compromissos já assumidos pelo MCTIC, presentes na Lei do Plano Plurianual (PPA), na Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – Encti e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Agenda ONU 2030).

Fonte: MCTIC

Grupo do Planejamento Estratégico aprova propostas para missão, visão e valores do MCTIC

MCTIC dá início à construção do Planejamento Estratégico para os próximos cinco anos

Após dois dias de reunião, o grupo executivo responsável pela construção do Planejamento Estratégico do MCTIC aprovou as propostas para Missão, Visão e Valores, que serão encaminhadas para análise do ministro Gilberto Kassab e dos secretários. O grupo, que tem 43 integrantes, participou das oficinas nas instalações do CNPq, em Brasília, na segunda (18) e terça-feira (19).

Segundo a coordenadora-geral de Planejamento Estratégico e Setorial do MCTIC, Flávia Nascimento, as três propostas já estão disponíveis no portal Mobiliza, construído especialmente para informação, consulta e avaliação.

Como Missão do MCTIC, o grupo sugeriu “garantir e promover o avanço da ciência, tecnologia, inovação e comunicação visando o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida da sociedade brasileira”.

Já para Visão, a proposta é “ser protagonista do desenvolvimento do país, pela promoção da ciência, tecnologia, inovação e comunicação”.

A terceira sugestão – Valores – é “Excelência; Cooperação; Responsabilidade socioambiental; Valorização das pessoas; Foco em resultados; Criatividade; Respeito à diversidade e à pluralidade intelectual; Ética e Transparência”.

A próxima oficina do Mobiliza está marcada para o período de 17 a 19 de outubro, quando será elaborado o mapa estratégico com os objetivos do MCTIC para os próximos cinco anos. O documento deve incluir o Plano Plurianual 2016-2019 e a Agenda ONU 2030.

Sobre o Mobiliza

O MCTIC iniciou a elaboração do Planejamento Estratégico após a realização da primeira etapa, com a participação de servidores e gestores. A segunda etapa será dedicada às oficinas, que vão definir Missão, Visão e Valores do MCTIC. O documento final deve ser concluído em dezembro. 

MCTIC dá início à construção do Planejamento Estratégico para os próximos cinco anos
Fonte:  MCTIC

Grupo realiza primeira oficina para construção do Planejamento Estratégico do MCTIC

31/08/2017 - 19:36

A primeira oficina do grupo executivo encarregado de construir um Plano Estratégico para o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) foi realizada nesta quartafeira (30) na Escola Nacional de Administração Pública (Enap) com a participação de 30 representantes de servidores e colaboradores do ministério, institutos de pesquisa e entidades vinculadas.

“A meta é chegarmos em dezembro com visão, missão, valores e objetivos estratégicos definidos para o MCTIC”, informou Flávia Nascimento, uma das quatro coordenadoras do plano, batizado de Mobiliza MCTIC.

Segundo ela, haverá outras sete oficinas para discussão do plano, sendo que as duas próximas estão marcadas para 18 e 19 de setembrono auditório do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em Brasília. Durante a construção do planejamento estratégico, a Enap dará o suporte didático e metodológico e fará a capacitação do corpo técnico, além de auxiliar na articulação e tomada de decisões das ações estratégicas.

Mobiliza

A elaboração do Planejamento Estratégico do MCTIC foi anunciada em cerimônia pelo ministro Gilberto Kassab na última terça-feira (29). Depois de 45 entrevistas com servidores e gestores, o ministério finalizou a etapa de diagnóstico e parte agora para a realização das oficinas que vão determinar a missão e os principais objetivos do MCTIC.

Fonte:MCTIC

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações lança o seu primeiro ciclo de planejamento estratégico

Após a união das pastas que deu origem ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC em 2016, o desafio agora é potencializar os resultados que podem ser gerados em benefício da sociedade, superando a crise atual e impulsionando o desenvolvimento do Brasil.

Para que os avanços ocorram de forma contínua e segura, é preciso estabelecer com clareza quais são os objetivos que direcionam a atuação do MCTIC.

É esse o papel do planejamento estratégico!

O planejamento estratégico se propõe a identificar, pactuar e disseminar elementos, tais como Missão, Visão, Valores, Objetivos e Metas, capazes de mobilizar as organizações para o atingimento de resultados.

O trabalho se apoia em duas premissas, foco em resultados e ampla participação, e será desenvolvido observando os compromissos já assumidos pelo órgão, como os presentes na Lei do Plano Plurianual (PPA), na Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – ENCTI e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS (Agenda ONU 2030).

Por se tratar de um processo de ampla participação, recebeu o nome de “MOBILIZA MCTIC”, cujo foco principal é mobilizar a organização como um todo, de forma que todos os colaboradores e servidores da REDE MCTIC possam participar ativamente do processo de elaboração do Planejamento Estratégico, e melhor ainda, que essa participação possa despertar o senso de pertencimento e engajamento corporativo, fator primordial para o sucesso da estratégia da organização.

esse sentido, é importante destacar que a ampla participação prevista no MOBILIZA MCTIC envolve não só a alta administração (Ministro, secretários, diretores de unidades de pesquisa e presidentes entidades vinculadas), como todos os colaboradores da rede MCTIC – entendida aqui como Administração Central, Unidades de Pesquisa e Entidades Vinculadas, que poderão acompanhar e avaliar as propostas apresentadas.

O processo de elaboração do planejamento estratégico contará com o suporte didático e metodológico da ENAP, responsável pela capacitação do corpo técnico, nos temas afetos ao método Balanced Scorecard (BSC). A capacitação oferecerá subsídios teóricos e técnicos para auxiliar a administração na tomada de decisão e na articulação das ações estratégicas.

O diferencial do BSC é que, concluído esse primeiro ciclo, será possível representar a estratégia do MCTIC por meio de um mapa, com os principais objetivos de interesse da sociedade relacionados aos esforços que serão promovidos pelo órgão.

MCTIC deve concluir Planejamento Estratégico 2018-2022 até o fim do ano.

Até o final do ano, o MCTIC deve definir as diretrizes do Planejamento Estratégico 2018-2022. O objetivo da Secretaria-Executiva é concluir o mapa que vai determinar a missão, visão e os objetivos da pasta para os próximos 5 anos. O coordenador de Projetos Especiais do MCTIC, Luiz Fernando Arantes, debateu com os servidores, nesta terça-feira (27), as etapas de criação desse plano. “O Planejamento Estratégico é importante para apontar quais os principais resultados em que o ministério pode contribuir para o país, de que forma o MCTIC pode transformar a realidade do Brasil”, afirma Arantes. A proposta de trabalho envolve uma parceria com a Enap (Escola Nacional de Administração Pública), que vai entrevistar gestores e atores externos para avaliar as questões fundamentais e oportunidades da pasta. Também será criado um grupo executivo com a participação das unidades do MCTIC, entidades vinculadas e centros de pesquisa. A intenção é que os servidores possam acompanhar toda a criação do Planejamento Estratégico. Para isso, deve ser lançado em breve um site onde os servidores poderão avaliar por meio de enquetes as propostas levantadas pelo grupo executivo. Esse é o primeiro planejamento traçado depois da fusão dos ministérios. “Com a fusão, o ministério acabou reunindo muitas unidades de áreas distintas de atuação. Nosso desafio é conseguir fazer todo esse universo, toda essa rede, olhar para objetivos comuns de transformação do país”, conclui Arantes.
Fonte: MCTIC
Plano Plurianual - PPA 2016 – 2019:
Plano Plurianual - PPA 2016 – 2019:

Trata-se de um instrumento previsto no art. 165 da Constituição Federal destinado a organizar e viabilizar a ação pública, com vistas a cumprir os fundamentos e os objetivos da República. Por meio dele, é declarado o conjunto das políticas públicas do governo para um período de 4 anos e os caminhos.

Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação - ENCTI 2016 – 2022:
Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação - ENCTI 2016 – 2022:

Documento que visa a nortear ações que contribuam para o desenvolvimento nacional por meio de iniciativas que valorizem o avanço do conhecimento e da inovação. Tem em seu conteúdo a ênfase focada na excelência científica e tecnológica, na consolidação da indústria inovadora e na capacidade de enfrentar com conhecimento os desafios impostos à sociedade.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS

Foram concluídas em agosto de 2015 as negociações que culminaram na adoção, em setembro, dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), por ocasião da Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável. Processo iniciado em 2013, seguindo mandato emanado da Conferência Rio+20, os ODS deverão orientar as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional nos próximos quinze anos, sucedendo e atualizando os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).